até já, motorista

Algo cola em você, faz questão que você saiba como sua presença ali o incomoda. Freia em cima, pensa em buzinar, geralmente buzina, espera impacientemente, acelera, joga o carro pra lá num gesto cheio de atitude e passa por você olhando feio.

Evite agir como um espelho.

Continue sorrindo e apenas diga, mesmo só em pensamento: “Até já, motorista”.

1 comentário

Arquivado em brisas

Uma resposta para “até já, motorista

  1. Pingback: crianças mimadas | vento na cara

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s