mobiliário urbano comunitário

Praça Elis Regina, uma hora da madrugada. Colocam mais uma peça de carne na churrasqueira, a brasa segue vermelha. Na noite quente do Butantã, churrasco de amigos na praça, verão chegando. Ninguém teve medo de ser assaltado durante a festa, nenhum vizinho reclamou de barulho, nenhuma viatura parou para averiguação. Festa comunitária, vida e celebração…

guerra contra o lazer

Tempos de pandemia, tudo está fechado na cidade, exceto aquilo que é considerado essencial, como farmácias e mercados. Então, na véspera do dia dos namorados, a prefeitura autoriza a reabertura de shoppings. Parques públicos, nem pensar em reabri-los. Eles continuariam fechados ainda por bastante tempo depois disso. O recado é claro: você pode sair de…

chuva

Gente se espreme sob as marquises, motociclistas vestem suas capas, ônibus fecham as janelas, ciclistas aceleram para esquentar, pois encharcar-se é inevitável. Quem pensava em ir a pé ou de transporte público tem agora uma boa desculpa para ir de carro, caso tenha um. O chão vai lavando, o ar refresca, as agendas bagunçam. Atrasos…

azar ou sorte

Clichês fazem o mundo girar. Se isso infelizmente se aplica à comunicação como um todo, é assim mais ainda no jornalismo esportivo. No ciclismo de estrada, é comum que atletas de destaque ganhem apelidos: Eddy Merckx, O Canibal; Alberto Contador, El Pistolero; Bernard Hinault, O Texugo. Ativo nos anos 1960 e 1970, o francês Raymond…

proteger os outros

Nas estações e trens da CPTM, estão veiculando desde o dia 8 de maio uma excelente campanha para incentivar o uso de máscaras, bem diferente daquilo que vem sendo dito em outros meios de comunicação. “A minha máscara te protege, a sua máscara me protege.” O texto é claro e sintético ao passar uma instrução…

a grande árvore

Era uma vez uma grande árvore cheia de frutos maduros, no ponto de serem colhidos. Bastava balançar a árvore que os frutos caíam, prontos para serem saboreados. A árvore estava muito carregada, qualquer que fosse o lugar sob ela, cairia uma quantidade igual de frutos. Era o resultado de meses de trabalho, em que as…

pautada

Ato de violência verbal em que se usa a pauta da reunião para cortar, abreviar, deslegitimar ou invalidar a fala de uma pessoa. Assim como a carteirada, a pautada faz parte do conjunto dos gestos agressivos da conversação. É obviamente muito prejudicial no relacionamento entre as pessoas, sobretudo quando acontece em um grupo de trabalho…

voltar para frente

Com as medidas de isolamento para conter a propagação do vírus, as ruas estão vazias de automóveis. Baixou a poluição sonora, a poluição atmosférica, a poluição visual. Ninguém precisa de instrumentos de medição ou dados estatísticos para perceber essas mudanças. Este período de exceção proporciona aos habitantes das grandes cidades experiências sensoriais de uma paisagem…

mobilidades e ironias

Por meio de uma extensa rede mundial de transportes, um vírus sai de uma longínqua região no oriente, faz conexão na Europa e desembarca em São Paulo, em meios sociais abastados. Graças à mobilidade social existente no Brasil, logo atinge pessoas com menos recursos. Para conter a mobilidade do vírus, é preciso desativar o sistema…

campo minado

O desprezo de algumas pessoas pelo espaço público é marrom, tem consistência pastosa e cheiro característico. Agora tem também embalagem: um saquinho plástico amarrado pelas alças e largado na rua. Hoje é um pouco mais comum a prática de recolher o cocô que o cachorro deposita nas vias públicas. Ao saírem com seus animais para…

capacete

Usar ou não o capacete para pedalar é uma escolha individual de cada pessoa, pois diz respeito ao seu próprio corpo. Pesar argumentos contra e a favor é algo que cabe a cada um fazer em relação à própria prática, e não com a finalidade de convencer os outros. Está fora dos propósitos deste blogue…

superpoderes

Para que o espaço comum possa ser compartilhado, é preciso que as pessoas ajam com bom senso e respeito ao direito de todos que ali convivem. Como o bom senso nem sempre está presente, existem as regras de convivência. Fica então combinado que as pessoas seguirão aquelas regras sempre que estiverem ocupando o espaço comum….

de baixo para cima

Nem sempre o trajeto proposto pelos desenhistas e planejadores urbanos é o mais interessante para os usuários de uma infraestrutura. No nível da rua, cada um escolherá o trajeto que julgar mais fácil, mais seguro, mais curto, mais confortável. A partir de milhares de decisões individuais, cada um com seus critérios, emerge um comportamento coletivo,…

sossego à venda

Uma importante estratégia da sociedade de consumo para gerar demanda é tirar das pessoas algo que elas têm por natureza para depois vender de volta a elas. Tira a saúde, oferecendo cidades poluídas e uma vida semelhante a uma corrida de ratos, enchendo as pessoas de depressão e câncer, e então vende planos médicos, remédios…

regras à brasileira

Na rampa de acesso à ciclofaixa do Rio Pinheiros a partir da ponte Cidade Universitária existe uma placa dizendo que não é permitido passar ali montado na bicicleta. O ciclista deve desmontar e caminhar, conduzindo a bicicleta ao seu lado. Porém, já faz alguns anos que é permitido subir a rampa montado, já que a…

“sai da frente, seu jeca!”

[Texto publicado simultaneamente na Socialista Morena.] “As ruas de Chicago pertencem à cidade, não aos motoristas.” Parece frase de ativista da bicicleta ou da mobilidade a pé, ou talvez de um urbanista visionário contemporâneo. Mas é de um juiz municipal, em sentença num processo de 1913 envolvendo pedestres e motoristas, cujo objeto era a legitimidade…

cancelas esquisitas

Pedestres e ciclistas ocupam o espaço comum sem nada que os isole uns dos outros. Assim, podem negociar a passagem apenas com troca de olhares ou até com palavras, se for necessário. Semáforos foram inventados para dispensar os motoristas de ter que negociar, tornando possível trafegar em maiores velocidades quando a luz estiver verde. Aos…

gênesis

No princípio, era o vazio. Então o Criador fez a terra, os mares, as florestas e os animais. Fez também as cidades, as casas, os edifícios e os carros. Completando a paisagem, o Criador fez as ruas para os carros passarem. Fez as calçadas para facilitar o acesso dos carros às casas e edifícios. Poderiam…

mais congestionamentos

Serviços como ubers e similares aumentam os congestionamentos. Mas como isso é possível, se estamos falando de um passageiro que deixou o carro em casa ou, eventualmente, nem carro tem? Esse tipo de transporte, assim como o taxi, não é uma alternativa bem mais sustentável que o carro particular? Parece que estamos diante de um…

se carro não passa, ninguém passa

As ruas de uma cidade servem para a convivência, os encontros e a fruição do espaço urbano. Porém, na cultura urbana rodoviarista vigente em São Paulo e provavelmente outras cidades brasileiras, acredita-se que as vias públicas existem com uma outra finalidade: “as ruas foram feitas para os carros passarem”. Dessa crença, decorre a seguinte conclusão:…

ciclovias, ciclofaixas

Ciclovias e ciclofaixas são dois tipos de infraestrutura cicloviária com características específicas, mas os termos são muitas vezes usados de maneira confusa. É bem comum que ciclofaixas sejam chamadas de ciclovias. A forma como a legislação paulistana define os termos não é muito precisa nem estável. A definição de ciclovia, por exemplo, é diferente entre…

carros elétricos e a cidade do futuro

Os automóveis elétricos chegarão mais cedo ou mais tarde, e a tendência é que eles substituam a frota de veículos movidos a combustível. Muitas pessoas estão vendo nisso a grande salvação para a mobilidade urbana, pois acreditam que os carros elétricos vão eliminar os males causados pelos carros com motor de combustão. Para sistematizar um…

balanço 2017

Segundo dados do Infosiga, 359 ciclistas perderam a vida no estado de São Paulo em 2017. Isso representa um aumento de 2,9% em relação aos 349 mortos em 2016. Se considerarmos apenas os municípios da Região Metropolitana de São Paulo, o aumento em relação ao ano anterior é bem maior: 32,3% (65 mortos em 2016;…

mobilidade ativa e direito à cidade

[Texto publicado simultaneamente na Socialista Morena, com o título “Vai a pé ou vai de carro? A expropriação do espaço público pelo automóvel”.] Um casal aparentando uns 80 anos entra no vagão do metrô. Alguém levanta e oferece o acento preferencial. Eles agilmente declinam, sorrindo. “Vamos descer logo”. Então eles se abraçam num gesto apaixonado…

recomeço

Tente imaginar como seria dar um reset numa cidade. Diante de uma oportunidade para recomeçar, que caminho você acha que a sua cidade escolheria? Em 2011, a cidade de Christchurch, na Nova Zelândia, foi atingida por terremotos, sendo um deles bastante violento. Além das 185 mortes, a área central foi arrasada, ruas e avenidas racharam…

estacionamento gratuito

Subsídio é o pagamento que o poder público faz a um agente econômico para cobrir uma parte ou todo o custo de uma atividade. Por meio de subsídios, os governos incentivam ações consideradas importantes, seja pelos seus benefícios diretos, seja pelos reflexos sociais ou econômicos que elas geram. Há países em que os incentivos são…

escala social

Conta-se que existe uma espécie de acordo tácito nas autoestradas alemãs quanto à prioridade na passagem, tendo como critério a marca do carro: Porsche, Mercedes-Benz, BMW, Audi, Volkswagen (em ordem decrescente de prioridade). Assim, motoristas que viajam num automóvel inferior seriam moralmente obrigados a ceder a passagem a alguém que vem num automóvel superior. Naturalmente…

alternativa

Ao anunciar notícia sobre a falha que está ocorrendo em algum ponto do sistema de transporte coletivo, o radialista pede a atenção dos ouvintes potencialmente interessados na informação que segue. – E atenção, você que depende do transporte público! Note que ele não diz “você que utiliza o transporte público”, mas sim “você que depende…

individual e privado

A permissão para que os táxis circulem pelos corredores e faixas exclusivas de ônibus carece de justificativa lógica, e só pode ser compreendida como uma vergonhosa concessão feita pelo poder público a certa parcela da população que se recusa a utilizar qualquer outro meio de transporte que não o individual e privado. Tal qual crianças…

causa e efeito

No dia 28 de junho de 2015, data da inauguração oficial da ciclovia da avenida Paulista, ocorreu também um outro evento, de igual ou maior importância: o fechamento da avenida Paulista para os veículos motorizados. Enquanto a prefeitura diz estudar a possibilidade de passar a fechar a avenida regularmente todos os domingos, assim como acontece…

tempos difíceis

Um depoimento provável. Hoje eu não vivo sem meu GPS. Para qualquer lugar que eu vá, ele me diz o caminho a fazer. E fico lembrando daqueles tempos difíceis em que não existia GPS. A gente perdia um tempão pensando no melhor caminho até o destino. Tinha que aprender nomes de ruas, olhar placas e…

futuro mágico

Um curioso documentário, chamado Soluções para o Trânsito, pode ser encontrado na internet e provavelmente já foi ao ar pelo canal pago Discovery Channel. Trata-se de uma produção desse canal em parceria com a CCR, grupo privado que detém a exploração comercial de boa parte das rodovias que dão acesso à capital paulista, de algumas…

duas cidades

Vamos imaginar duas cidades e chamá-las de cidade X e cidade Y. Estamos na cidade X, e lá vem uma pessoa passeando com seu cachorrinho. Então o cachorrinho resolve defecar. Após o ato, o dono simplesmente continua o seu passeio, deixando lá aquele montinho de merda sobre a calçada. Algumas pessoas veem o episódio mas…

liberdade de ir e vir

Todos são livres para ir e vir. Uma ideia correta, aparentemente autoexplicativa e fácil de concordar, mesmo sem saber exatamente a que ela se refere, na lei. Disseram também que todos devem ter a liberdade de ir e vir no momento em que quiserem, na velocidade que quiserem, do jeito que quiserem, com quem quiserem,…

tecnologia

Antigamente, quem andava pela rua falando sozinho era chamado de louco. Aí surgiram uns aparelhinhos esquisitos, bastava você segurar um desses ao lado da cabeça e poderia falar sozinho à vontade. No ônibus ou na sala de espera, de repente uma voz solitária quebra o silêncio. Nossa, que estranho, deve ser um louco falando sozinho….

projeto de vida

Você gostaria de poder ir trabalhar diariamente sem ter que enfrentar horas de trânsito numa cidade entupida? Mas você tem feito alguma coisa para que isso se concretize? Ou está esperando que o metrô “chegue” perto de sua casa ou de seu trabalho para só então se livrar do trânsito? Quem quer mesmo viver sem…

produto interno bruto

Quando se afirma que um país cresceu, o que está sendo dito é que o PIB (produto interno bruto) aumentou. O PIB é um indicador que mede a atividade econômica de um país (ou estado ou cidade) e é obtido pela soma de todos os bens e serviços produzidos no território em questão. Uma das…

sistemas complexos

Em certos sistemas, como as organizações hierárquicas, todos os indivíduos trabalham de acordo com os comandos que recebem dos líderes, que têm a função de tomar as decisões e coordenar os processos. Esses sistemas funcionam segundo uma lógica ‘de cima para baixo’, já que a hierarquia costuma ser representada graficamente com os elementos controladores acima…

deslumbrados

Tinham acabado de abrir para o público a linha amarela do metrô de São Paulo. Funcionava somente por algumas horas no meio do dia, entre apenas duas estações, gratuitamente. Eu viajava no primeiro vagão, olhando o caminho subterrâneo pelo para-brisa do trem. É um trem sem condutor, e os técnicos estavam monitorando o seu funcionamento….

tutela

A rodovia Caminho do Mar (SP-148) se encontra hoje fechada para qualquer uso que não o turístico. Passeios a pé são permitidos a qualquer momento em que a portaria estiver aberta, mediante algum pagamento. Quanto a trafegar por ela de bicicleta, isso já não é tão simples. Há alguns meses estive lá, e pedi informações…

carteirada

Sempre que Alguém, ao dizer algo para Outro, quer que este lhe dê crédito, pode escolher entre duas estratégias. Na primeira, Alguém apresenta ao Outro seus argumentos. O Outro então escuta os argumentos, refaz algumas conexões lógicas, confronta o que ouviu com as informações que tem sobre o assunto, confere tudo isso com seus valores…

ciência não sabe

Perguntas fechadas, como as que a ciência costuma fazer, admitem três respostas. Duas delas são bem conhecidas dentro da civilização de super-homens: sim e não. A terceira, não sei, infelizmente é pouco usada, não porque sejam raras as situações em que alguém não sabe a responder uma pergunta, mas porque a resposta não sei geralmente…

ciclistas irresponsáveis

Ciclistas irresponsáveis, os há, e aos montes. O maior estrago que podem causar vai além de um dano físico ao próprio corpo. É a aversão que ajudam a criar, entre pedestres e formadores de opinião motorizados, contra os ciclistas. Andar sobre a calçada, cruzar a faixa de pedestre quando tá cheio de gente passando, trafegar…

cerveja e barriga

Dizem por aí que cerveja dá barriga. Assim, sem maiores detalhes. A velocidade com que essa ideia se espalha indica que muita gente deve ver sentido nisso, alguns até confirmando o fato com a própria experiência. Ficamos então imaginando qual seria a conexão entre as duas coisas. Curioso é que não dizem que cerveja engorda,…

água, consensos, tampinhas

Há alguns meses, fiz um trabalho em certo parque natural particular aqui perto de São Paulo. O parque tem uma bela reserva de mata atlântica e foi planejado para atividades de educação ambiental para seres urbanos. Muitas escolas passam por ali com seus alunos. Construíram um centro de visitantes para receber as pessoas que chegam…

sociedade do automóvel

Uma empresária sofre diariamente dentro de seu carro mas não consegue largar dele; um morador de cidade dormitório se transporta entre duas localidades nas sub-regiões leste e sudeste da região metropolitana; uma consultora que demorou mas trocou o carro pelo metrô; um professor da zona oeste usa a bicicleta em 90% de seus deslocamentos. No…