proteger os outros

Nas estações e trens da CPTM, estão veiculando desde o dia 8 de maio uma excelente campanha para incentivar o uso de máscaras, bem diferente daquilo que vem sendo dito em outros meios de comunicação. “A minha máscara te protege, a sua máscara me protege.” O texto é claro e sintético ao passar uma instrução…

pautada

Ato de violência verbal em que se usa a pauta da reunião para cortar, abreviar, deslegitimar ou invalidar a fala de uma pessoa. Assim como a carteirada, a pautada faz parte do conjunto dos gestos agressivos da conversação. É obviamente muito prejudicial no relacionamento entre as pessoas, sobretudo quando acontece em um grupo de trabalho…

dupla mensagem

Na porta do bicicletário há uma placa onde se vê uma bicicleta com uma tarja diagonal vermelha, símbolo internacionalmente interpretado como “proibido”. Até dá para entender qual foi a mensagem que quiseram passar com essa placa, mas o resultado é bem inusitado. Será que ninguém notou como a combinação é quase surreal? O conceito de…

bioindicadores

Certos locais da cidade sofrem processo de desertificação. O desenho viário e o uso do solo são talvez os maiores determinantes desse processo. Vias expressas, por exemplo, são locais que tendem à desertificação total. Formam paisagens urbanas extremamente hostis, lugares desagradáveis de se estar ou caminhar. Cada vez menos gente vai querer andar por ali,…

superpoderes

Para que o espaço comum possa ser compartilhado, é preciso que as pessoas ajam com bom senso e respeito ao direito de todos que ali convivem. Como o bom senso nem sempre está presente, existem as regras de convivência. Fica então combinado que as pessoas seguirão aquelas regras sempre que estiverem ocupando o espaço comum….

de baixo para cima

Nem sempre o trajeto proposto pelos desenhistas e planejadores urbanos é o mais interessante para os usuários de uma infraestrutura. No nível da rua, cada um escolherá o trajeto que julgar mais fácil, mais seguro, mais curto, mais confortável. A partir de milhares de decisões individuais, cada um com seus critérios, emerge um comportamento coletivo,…

regras à brasileira

Na rampa de acesso à ciclofaixa do Rio Pinheiros a partir da ponte Cidade Universitária existe uma placa dizendo que não é permitido passar ali montado na bicicleta. O ciclista deve desmontar e caminhar, conduzindo a bicicleta ao seu lado. Porém, já faz alguns anos que é permitido subir a rampa montado, já que a…

“sai da frente, seu jeca!”

[Texto publicado simultaneamente na Socialista Morena.] “As ruas de Chicago pertencem à cidade, não aos motoristas.” Parece frase de ativista da bicicleta ou da mobilidade a pé, ou talvez de um urbanista visionário contemporâneo. Mas é de um juiz municipal, em sentença num processo de 1913 envolvendo pedestres e motoristas, cujo objeto era a legitimidade…

analfabetismo cartográfico

Utilizar um mapa é uma habilidade como qualquer outra: desenvolve-se com a prática. Requer o conhecimento de uma linguagem, alguma noção espacial e um pouco de imaginação. Em nosso dia a dia, executamos diversas tarefas triviais, muitas vezes sem perceber que elas também requerem algum tipo de habilidade: montar um brinquedo infantil, escrever um recado,…

comandar e punir

Estar no espaço comum implica conviver com formas diferentes de ocupá-lo. Uns têm pressa, outros querem ver e viver o caminho. Alguns são atentos ao que acontece ao redor, outros só têm olhos para seu mundo interior. Há os que têm dificuldades ao conduzir seu automóvel ou sua bicicleta e há os que esbanjam habilidades…

autoria

Se você é ou aspira ser um geninho, fique à vontade. Entendo a sua escolha. Ser geninho é cada vez mais importante neste mundo mágico e narcísico, em que a reputação é fator de sobrevivência. Seja sim um geninho. Escreva textos geniais em seu blogue, solte frases incríveis nas conversas de boteco. Mas seja um…

cenografia

Às vezes, um objeto é escolhido e utilizado exclusivamente por seu valor simbólico. foto: outubro/2015 As bicicletas coroam a decoração deste estande de vendas de imóveis. O local será visitado por especuladores a fim de investir nesse ativo com grande potencial de valorização. Afinal, além de boa localização, tem conceito. Tem estilo de vida. Tem…

cérebro reptiliano

Segundo a Teoria do Cérebro Trino, o cérebro humano se divide em três diferentes unidades funcionais: o cérebro reptiliano, responsável pelas funções fisiológicas do corpo e pelos reflexos simples, como reações agressivas e outros comportamentos sujeitos a condicionamento; o sistema límbico, que controla o comportamento emocional do indivíduo; e o neocórtex, que dá aos seres…

processo civilizatório

Neste blogue, o conceito de civilização se refere simplesmente a um conjunto de práticas e valores que tornam possível viver coletivamente e de forma harmoniosa no espaço comum. Portanto, o processo civilizatório diz respeito à adoção de fato de novas práticas que contribuem para isso, sejam elas impostas por lei ou não. Por vários motivos,…

meninões

Quando uso o termo ‘meninões’ neste blogue, certamente não estou me referindo a pessoas do sexo masculino, jovens e de tamanho grande, como a palavra poderia sugerir. Uso ‘meninões’ para me referir a um grupo de pessoas que não se define por fatores como gênero ou faixa etária, mas sim por um tipo de comportamento….

a expressividade dos motoristas

A necessidade que o ser humano tem de se expressar é realmente algo formidável. Através de música, literatura, pintura, artes corporais e várias outras formas de expressão, o homem fala o tempo todo de seus sentimentos, desejos e frustrações. Nas grandes cidades brasileiras, o tipo de interação que ocupa parte cada vez maior da vida…

moléculas

O termo fluidez, muito usado pela engenharia de tráfego, parece bem adequado para descrever o comportamento de um amontoado de automóveis. Muita gente vê nele uma intrigante metáfora, mas talvez não seja o caso. O grau de liberdade de um automóvel em uma avenida entupida equivale ao de uma molécula de água no cano que…

a linguagem da buzina

O sentido das palavras e expressões de uma língua é determinado, em grande parte, pela situação de uso. Algumas palavras praticamente não têm um significado próprio, e nós precisamos do contexto para interpretá-las. Um bom exemplo é a interjeição “ah”. Se eu te perguntar o que significa “ah”, simplesmente assim, de maneira descontextualizada, você provavelmente…