mobiliário urbano comunitário

Praça Elis Regina, uma hora da madrugada. Colocam mais uma peça de carne na churrasqueira, a brasa segue vermelha. Na noite quente do Butantã, churrasco de amigos na praça, verão chegando. Ninguém teve medo de ser assaltado durante a festa, nenhum vizinho reclamou de barulho, nenhuma viatura parou para averiguação. Festa comunitária, vida e celebração…

país da terra dura

Faz pouco mais de dois anos que voltei a morar aqui. Retorno inesperado e às vezes confuso aos territórios da infância. O sonho de morar a alguns quarteirões da escola do meu filho e o desligamento de uma relação de trabalho diário na Paulista me fizeram rever promessas e cá estou, de novo, no Butantã….

visão dos pássaros

“Enquanto os olhos do corpo permanecem perto do chão, o olho da mente – que é testemunha dessa representação em mapa – está lá em cima, com os pássaros.” (Tim Ingold, 2000) Procuro no mapa o meu caminho até um lugar desconhecido. Localizo o ponto onde quero chegar. Encontro por ali uma grande via que…

quinze minutos

Escolhemos morar em cidades para estar perto de outras pessoas, do comércio, dos serviços e oportunidades profissionais que não existem no campo. Porém, cá estamos e quase tudo está longe. Precisamos viajar diariamente dentro da própria cidade até para ter o básico. Onde foi que erramos? A ideia de cidade de quinze minutos propõe uma…

varan-dô

Entre o aqui dentro e o lá fora, existe um espaço liminar onde parte da vida precisa acontecer: a varanda. A necessidade humana de não fazer nada encontra aí o ambiente perfeito. Estrategicamente localizada lá fora, onde estão o vento, as árvores, as luzes do dia, os cheiros da noite, mas ao abrigo do sol…

destino

Tempos de confinamento e trabalho remoto, a rua vai ficando longe, ou apenas para saídas estritamente necessárias. Para diversão, não pode. A preguiça começa a se misturar aos julgamentos. Preciso mesmo sair? Deixa pra lá. Eis que surge um motivo qualquer para sair de bicicleta: encontrar alguém que você não vê há tempos, uma questão…

cidade vizinha

Uma das coisas boas de morar em cidade pequena é ter que pegar a estrada para ir até outra cidade fazer compras, resolver coisas, visitar pessoas. Ter estrada na vida faz bem para a cabeça. Quem vive em uma mancha urbana contínua e interminável também viaja, muitas vezes o mesmo tanto ou até mais. Apenas…

paisagem urbana

Localizada na borda de um morro, esta praça costumava ser um local para apreciar a vista da cidade. Tanto que ganhou o nome de Mirante da Vila Gomes. Só que a vegetação cresceu. A folhagem é linda, forma uma parede verde que envolve aquele espaço. Porém a praça perdeu um de seus atrativos mais especiais….

o feio e o desconhecido

Avenida periférica, longos quarteirões desertos, imóveis comerciais fechados, as portas pichadas, cimento quebrado, ninguém caminha pela calçada. O asfalto deformado da pista faz tremer a bicicleta, fico atento a qualquer buraco que pode aparecer à frente. As travessas desta avenida dão em ruas residenciais onde o vazio da noite nos faz desconfiados. As pessoas já…

bioindicadores

Certos locais da cidade sofrem processo de desertificação. O desenho viário e o uso do solo são talvez os maiores determinantes desse processo. Vias expressas, por exemplo, são locais que tendem à desertificação total. Formam paisagens urbanas extremamente hostis, lugares desagradáveis de se estar ou caminhar. Cada vez menos gente vai querer andar por ali,…

jane

Algumas teorias do urbanismo defendem que, no planejamento de uma cidade, deve haver um lugar para cada tipo de uso. Lugar de morar só serve para morar, e portanto não deve haver aí qualquer outro tipo de atividade. A expressão ‘zona estritamente residencial’ vem dessa ideia de cidade. Nos lugares para trabalhar, você encontra prédios…