relatividade

Vinte minutos, dependendo do lugar em que você está, são suficientes para sair de casa, tomar um café, comprar algo no mercado, prosear com alguém que você encontra na rua e ainda chegar pontualmente no compromisso. Vinte minutos ali valem muito. Agora chegue em São Paulo com vinte minutos no bolso para ver o que…

varrição

“Chega. Acabou. Agora saiam do caminho.” Sem dizer palavra, a polícia dá sua mensagem apenas com seu movimento de tropa pela avenida. A cena se repete todos os domingos. Depois de ficar horas fechada para veículos motorizados, e portanto livre para o uso das pessoas, a avenida Paulista precisa ser devolvida aos automóveis. Para isso,…

quinze minutos

Escolhemos morar em cidades para estar perto de outras pessoas, do comércio, dos serviços e oportunidades profissionais que não existem no campo. Porém, cá estamos e quase tudo está longe. Precisamos viajar diariamente dentro da própria cidade até para ter o básico. Onde foi que erramos? A ideia de cidade de quinze minutos propõe uma…

ruas de viver

Elas existem. Apesar de serem hoje relativamente poucas, ainda é possível encontrar ruas de lazer na cidade. Nelas, aos domingos e feriados o tráfego de automóveis fica proibido e a via se torna um espaço livre para as pessoas. Na infância, eu ficava bastante impressionado quando, em certos lugares da cidade, encontrava aquelas placas raras…

destino

Tempos de confinamento e trabalho remoto, a rua vai ficando longe, ou apenas para saídas estritamente necessárias. Para diversão, não pode. A preguiça começa a se misturar aos julgamentos. Preciso mesmo sair? Deixa pra lá. Eis que surge um motivo qualquer para sair de bicicleta: encontrar alguém que você não vê há tempos, uma questão…

paisagem urbana

Localizada na borda de um morro, esta praça costumava ser um local para apreciar a vista da cidade. Tanto que ganhou o nome de Mirante da Vila Gomes. Só que a vegetação cresceu. A folhagem é linda, forma uma parede verde que envolve aquele espaço. Porém a praça perdeu um de seus atrativos mais especiais….

guerra contra o lazer

Tempos de pandemia, tudo está fechado na cidade, exceto aquilo que é considerado essencial, como farmácias e mercados. Então, na véspera do dia dos namorados, a prefeitura autoriza a reabertura de shoppings. Parques públicos, nem pensar em reabri-los. Eles continuariam fechados ainda por bastante tempo depois disso. O recado é claro: você pode sair de…