prescrição médica

Nunca vi médico prescrever passeio no parque três vezes por semana, sair para dançar com os amigos, ficar uma hora por dia em um lugar público ao ar livre, tomar vento na cara, ir à piscina ao menos uma vez por semana, sentar-se ao ar livre quinze minutos por dia e ficar simplesmente olhando. Recomendar,…

mobiliário urbano comunitário

Praça Elis Regina, uma hora da madrugada. Colocam mais uma peça de carne na churrasqueira, a brasa segue vermelha. Na noite quente do Butantã, churrasco de amigos na praça, verão chegando. Ninguém teve medo de ser assaltado durante a festa, nenhum vizinho reclamou de barulho, nenhuma viatura parou para averiguação. Festa comunitária, vida e celebração…

conversa sobre o tempo

Vinte graus. A brisa passa refrescando a noite, temperatura perfeita para pedalar pelo bairro ou viajar até uma cidade vizinha, só pelo prazer de sentir o vento na cara. Com esses vinte graus dá para sair de bermuda e camiseta. Uma blusa na bagagem nunca é demais, mas certamente voltarei para casa sem usá-la. Afinal…

visão dos pássaros

“Enquanto os olhos do corpo permanecem perto do chão, o olho da mente – que é testemunha dessa representação em mapa – está lá em cima, com os pássaros.” (Tim Ingold, 2000) Procuro no mapa o meu caminho até um lugar desconhecido. Localizo o ponto onde quero chegar. Encontro por ali uma grande via que…

invasão das bicicletas

Uma cidade do tamanho de São Paulo não pode se contentar com apenas uma Bicicletada. É verdade que nas regiões centrais estão os tomadores de decisão, os repórteres da imprensa mais influente e as avenidas que adoramos parar com uma massa de ciclistas. Isso seria um argumento para concentrar a mobilização em um ato único….

varan-dô

Entre o aqui dentro e o lá fora, existe um espaço liminar onde parte da vida precisa acontecer: a varanda. A necessidade humana de não fazer nada encontra aí o ambiente perfeito. Estrategicamente localizada lá fora, onde estão o vento, as árvores, as luzes do dia, os cheiros da noite, mas ao abrigo do sol…

destino

Tempos de confinamento e trabalho remoto, a rua vai ficando longe, ou apenas para saídas estritamente necessárias. Para diversão, não pode. A preguiça começa a se misturar aos julgamentos. Preciso mesmo sair? Deixa pra lá. Eis que surge um motivo qualquer para sair de bicicleta: encontrar alguém que você não vê há tempos, uma questão…

caminho

“O Caminho é o Vazio E seu uso jamais o esgota.” Lao Tse Firmo em lótus sobre a pedra. Entre céu e terra, imenso fole expande e contrai. Energia para todo universo. Vento infinito do mar em meu rosto. Ondas vêm e voltam sem intenção. Observo. Mente vazia, sou leve. Mão vazia, sou forte. Estrada…

primavera

Numa tarde de setembro, este blogue quase acabou. Perdeu o sentido, saiu da estrada, tombou sem alcançar destino. Curva perigosa, daquelas onde fica depois uma cruz fincada no barranco, a guardar memória. Uma força então veio me despertar. Eu estava cercado de flores. Vivas. Luz dourada brilhava sobre a terra. Um perfume divino. Era tempo…

ciclovias holandesas

O filme How the Dutch got their cycle paths, produzido por NL Cycling, é um documentário curtinho e de muito bom gosto que resume em poucos minutos a história da infraestrutura cicloviária da Holanda (assistir ou baixar). “Alguns acreditam, incluindo muitos holandeses, que as ciclovias sempre estiveram lá”. O filme mostra que não é bem…

épico 2015

ÉPICO 2015 Solo, 6 dias, aproximadamente 490km. dia 1: São Paulo – Bragança Paulista dia 2: Bragança Paulista – Munhoz dia 3: Munhoz – Cambuí dia 4: Cambuí – Paraisópolis dia 5: Paraisópolis – São José dos Campos dia 6: São José dos Campos – São Paulo Trajeto completo aqui. Definição de Épico aqui. Leia…

contato com a cidade

Há muita diferença entre ir de um ponto ao outro a pé ou de bicicleta e ir de um ponto ao outro dentro de uma bolha de aço. No primeiro caso, você passa por dentro da cidade. No outro, você desvia dela. O desvio não é por afastamento geográfico, mas simplesmente pela perda de contato….

épico 2013

ÉPICO 2013 Solo, 4 dias, aproximadamente 310km. dia 1: São Paulo – Campinas (Barão Geraldo) dia 2: Campinas – Holambra dia 3: Holambra – Morungaba dia 4: Morungaba – São Paulo Trajeto completo aqui. Definição de Épico aqui.

épico

ÉPICO s.m. Viagem de bicicleta feita sem o auxílio de qualquer outro meio de transporte, com início e término na residência do viajante e com duração igual ou maior que três dias. Geralmente envolve uma partida venturosa e um retorno triunfante.

sortes

Você dirige, eu pedalo. Você se arrasta, vou voando. Você tem medo; eu, nem cinto. Eu vivo vento, você encurralado.

cruz da babilônia

A Cruz da Babilônia é uma série de quatro roteiros que, projetados sobre a sinistra mancha de concreto, formam uma intrigante figura. imagem: Google Earth Os quatro destinos, Evangelista de Souza, Taiaçupeba, Canguera e Jarinu, estão a mais ou menos setenta quilômetros contados a partir da Praça do Ciclista, em São Paulo. Todos eles estão…

sinceros agradecimentos

A você, motorista, dirijo meus sinceros agradecimentos. Graças a você, continuo vivo. Se hoje estou aqui escrevendo é porque não fui abalroado enquanto pedalava pela cidade. Você tem estado atento a tudo que acontece à sua frente nas ruas. Que bom que, na hora em que se aproximava de mim, não resolveu atender o telefone,…

a sunday in hell

Muito provavelmente o mais belo filme sobre ciclismo feito até hoje, e não é preciso ver todos para saber. O cara entendeu, e colocou ali para quem quiser ouvir, o silêncio da bicicleta. Isso é suficiente. Conhecida como O Inferno do Norte, a corrida Paris-Roubaix é famosa por seus vários trechos em estradas de pedra….

ilha do bororé

Com a construção da Barragem de Pedreira, em 1927, uma grande área começou a ser inundada às margens do Rio Jurubatuba. Formou-se então a Represa Billings, construída para alimentar a usina hidrelétrica de Henry Borden, em Cubatão. A inundação fez com que algumas áreas ficassem isoladas. Uma grande porção de terra às margens do Rio…

marco zero

Começando hoje? Mmm, não é bem assim… Pois é, máquinas conseguem esquecer tudo, basta apertar um botão, puxar o fio da tomada, arrancar a pilha. A gente se inspira nelas e tenta fazer igual, “dar um reset”. Eu mesmo já tentei algumas vezes, não deu certo. Um dos meus brinquedos favoritos, o velocímetro da bicicleta,…