Arquivo do dia: 22/09/2022

primavera vermelha

Cinco anos se passaram desde que cheguei ali pela primeira vez. Apenas peguei a estrada numa manhã de sábado, certo de encontrar o destino.

Aquela primavera me levou à Comuna da Terra Irmã Alberta. Vi ali alegria, companheirismo, acolhimento. Tomei café, ouvi música de luta e esperança, recebi o almoço em comunhão. Muitos sorrisos. Humanidade.

Feira de Trocas de Sementes Crioulas na Comuna da Terra Irmã Alberta, no bairro de Perus em São Paulo. Foto: Dionizio Bueno, setembro/2017.

Naquele dia estava acontecendo a Feira de Trocas de Sementes Crioulas. Agricultores chegavam de todos os cantos, alguns de longe, trazendo sementes colhidas da Mãe Terra, cuidadas e guardadas. Ali estavam guardiões de uma sabedoria ancestral, um movimento de resistência da vida livre contra o controle das corporações, que parasitam o planeta, expropriam a natureza e a sociedade.

Tanta luta e tantos sonhos juntos trazem inspiração. Diante daquela abundância, fui naquele dia presenteado com a ideia-semente do Bicicarreto, um projeto de ativismo e pesquisa que vem ganhando mais sentido e ocupando parte cada vez maior das minhas atenções. Provavelmente a melhor parte.

Voltei lá faz alguns dias para a festa da cumeeira do novo galpão, onde a produção agroecológica local será vendida. Logo cedo teve café, bolo, o pão que todos nós levamos e uma roda de conversa sobre a estrada que trouxe esse acampamento do MST ao ponto em que está hoje. Ouvi histórias lindas, de arrepiar a alma.

O novo galpão para venda dos alimentos da reforma agrária. Foto: Dionizio Bueno, setembro/2022.

Novamente é primavera. A luta segue na Comuna Irmã Alberta, com raízes ainda mais firmes, buscando o sonho vermelho de um mundo justo, igualitário e fraterno.

Estar junto disso me fortalece, nestes tempos confusos.

Deixe um comentário

Arquivado em brisas